Como vender pelo Instagram mesmo com a crise

É hora de reinventar o seu negócio! E mais: é hora de continuar vendendo!

Buscando informação e soluções para continuar vendendo em tempos de crise, conversamos com consultora de Instagram para Negócios, Karina Yumi Yoshida, que trouxe insights incríveis para continuar vendendo em tempos de COVID-19.

A especialista Karina cria estratégias e ensina a executar passo a passo os métodos para quem precisa trazer um bom resultado financeiro na sua loja. Confira agora no Crescer com Elian!

 

Foco na solução, não no problema

A baixa no fluxo de vendas, lojas fechadas e prejuízos: estes são alguns dos problemas que os lojistas estão enfrentando na crise. 

Porém, ao invés de colocar todo o foco nos desafios que farão parte do dia a dia, Karina – especialista em estratégias para Instagram – frisa que, neste momento, é muito mais importante focar nas melhores soluções para continuar vendendo.

©Marten Bjork

Com a quarentena e o aumento significativo da utilização das redes sociais, o ponto de partida agora – segundo a especialista – é estar onde seus clientes estão. “Não adianta ser a melhor marca, ou a melhor loja, se os consumidores não sabem disso. Assim, é essencial que o seu negócio esteja no ambiente digital”, sugere Karina.

O primeiro passo é, então, analisar como o seu negócio funciona no presencial e de que forma você irá incorporá-lo ao digital. É importante que tanto a comunicação, quanto os objetivos sejam os mesmos nos dois ambientes. Cheque o seu controle de estoque, saiba que peças você irá oferecer para ter um bom giro de produtos e pense em estratégias de marketing para aumentar as vendas.

 

Como chamar a atenção do consumidor no Instagram

Assim como a população está mais conectada, a quantidade de informação disponível também aumentou – e muito. Nesse sentido, o seu desafio para se diferenciar da concorrência e chamar a atenção do seu público nas redes sociais é ainda maior.

Assim, é imprescindível que você faça conteúdos relevantes, que aumentem a confiança do seu cliente. O objetivo aqui é que, quando o seu cliente precisar de algum produto, sua loja tenha relevância o suficiente para ser a primeira opção que o cliente irá pensar.

©Hans Vivek

Confira algumas dicas para se diferenciar e chamar a atenção do consumidor nas redes sociais:

 

  • Crie conteúdos que foquem no cliente, no que ele precisa que seja solucionado no momento.
  • Os conteúdos devem ser direcionados para que as pessoas consigam aplicar as dicas de forma fácil e que gerem algum benefício, como dicas de como trazer mais versatilidade ao guarda-roupa, por exemplo.
  • Para quem você vende? Pense para quem você vai falar e defina o seu público para saber a melhor linguagem.
  • Fuja dos conteúdos vagos. Quanto mais conteúdo gratuito e relevante você fornecer, mais você vai atrair o seu público.
  • O conjunto faz a força. Utilize todas as ferramentas do Instagram e faça conteúdo humanizado, posts com fotos e vídeos, além de Stories relevantes.
  • Mostre-se nos conteúdos e crie referência para se aproximar do cliente.

 

Segundo Karina, trazer esse tipo de conteúdo é uma estratégia certeira. “Se você ajuda o seu cliente com alguma dica ou solução, automaticamente você ativa o gatilho mental da reciprocidade, ou seja, se o cliente vê que a sua loja o ajudou de alguma maneira, ela passará a, no mínimo, acompanhar mais os seus conteúdos e indicar para outras pessoas”, afirma a especialista.

 

Crie uma estratégia para vender

Assim como as lojas físicas, em que há picos de maior atendimento na loja, no Instagram também há horários que seus clientes estarão online com maior frequência para comprar. Analise em que horário existe maior interação e organize a sua agenda para estar disponível e responder seus clientes de forma ágil. 

E Karina dá a dica: 7h, 12h, 18h e 21h são geralmente horários de maior pico na rede social, já que os usuários estão se preparando para trabalhar, ou no horário de almoço, ou após o horário de trabalho.

Para uma estratégia certeira, você precisa entender que tipo de conteúdo o seu público acaba interagindo mais com a loja. Vídeos e Stories, segundo a especialista, são uma boa opção, já que os consumidores tendem a prestar mais atenção nesses formatos.

©S O C I A L . C U T

E não se preocupe se você não possui o melhor equipamento, ou se as suas fotos e vídeos não parecem tão profissionais. “As pessoas gostam de ver conteúdo humanizado, de verdade”, afirma Karina. 

A dica então é que você faça fotos reais dos seus produtos, sempre que possível, pois isso proporciona a sensação – inconscientemente – que aquele produto existe. Tire fotos em vários ângulos, mostre detalhes, faça conteúdo comparando tamanhos.

Você ainda pode saber qual tipo de conteúdo e imagem seu público gosta mais fazendo enquetes e caixas de perguntas, por exemplo. Assim fica mais fácil fazer publicações assertivas no Instagram, além de que, quanto mais interação você tiver com seu público, mais o algoritmo Instagram entende que o seu perfil é relevante, alcançando mais usuários.

Com criatividade e dedicação, é possível continuar vendendo para os seus clientes. E o melhor: com empatia, sem parecer agressivo nas vendas.

Quer mais dicas exclusivas? Confira nosso conteúdo em tempo real no Instagram do Grupo Elian!

 

Camila Felício

Escrito por Camila Felício

Formada em Publicidade e Propaganda com MBA em Marketing Digital. Atua com gestão de marcas, planejamento, branding e ações para o varejo de moda há 10 anos. É apaixonada por construção de marcas e entusiasta de trade marketing com cursos na área de varejo e gestão de projetos ágeis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *