Você sabe mensurar a viabilidade financeira da sua empresa?

O sucesso do seu negócio está diretamente relacionado ao seu planejamento.

O planejamento estratégico envolve a tomada de decisões sobre objetivos e estratégias de longo prazo. Ele será a base para planos específicos para cada área da sua loja, como marketing, recursos humanos e finanças.

O planejamento financeiro, inclusive, é um dos pilares do sucesso de um empreendimento. Você sabe mensurar a viabilidade financeira da sua empresa? Confira dicas do Crescer com Elian para manter casa financeira da sua loja em ordem!

 

Análise e planejamento

A análise de viabilidade financeira é um estudo para avaliar se um investimento ou uma empresa é viável ou não. Em outras palavras, essa análise traz os resultados necessários para você saber se a sua loja está dando lucros, ou prejuízos.

©Isaac Smith

Planejar é tarefa relevante para o sucesso da sua loja. José Dornelas, professor e especialista em negócios, afirma em seu livro “Empreendedorismo: transformando idéias em negócios”, que existe uma importante ação que somente o próprio empreendedor pode e deve fazer pelo seu empreendimento: planejar, planejar e planejar.

Assim, o planejamento financeiro é item essencial para o seu negócio, principalmente para entender suas receitas e despesas, afinal, estar vendendo não significa necessariamente estar lucrando. Para isso, é preciso que você tenha uma boa viabilidade financeira e conheça as forças e fraquezas da sua loja. Confira a seguir como fazer essa análise!

 

Como fazer análise de viabilidade financeira da sua loja?

Para fazer uma análise de viabilidade financeira do seu negócio, é necessário seguir algumas etapas, sendo elas: projeção de receitas projeção de custos e despesas, projeção do fluxo de caixa, dos cenários, além da análise de alguns indicadores calculados a partir dos itens anteriores. 

 

1. Projeção de receitas

O ponto inicial para descobrir se o seu negócio é rentável é fazer um planejamento de vendas, ou seja, uma projeção das receitas. Essa projeção pode ser feita em um método sazonal, mensal ou quinzenal, dependendo do Plano de Negócios elaborado. 

Um dos maiores erros dos empreendedores é estabelecer metas de vendas sem conhecer realmente suas receitas e despesas, não conseguindo atingir o ponto de equilíbrio (receita = despesa).

Para fazer a projeção de receitas, é necessário conhecer bem o mercado, além do seu público e ficar atento às projeções da economia. Outro ponto importante é trabalhar com números realistas, geralmente com projeções menores, como 50% da capacidade ou até menos.

DICA: sempre faça a sua projeção de receitas com um percentual de crescimento. O mesmo vale para a projeção de custos e despesas.

 

2. Projeção de custos, despesas e investimentos

Assim como as receitas, os custos, despesas e investimentos também precisam ser estimados. As duas projeções devem ser proporcionais e, novamente, é importante pensar sempre no ponto de equilíbrio.

©Kelly Sikkema

Ao projetar os custos e despesas, é necessários deixam o mais detalhado possível, descrevendo os custos fixos e custos variáveis, impostos, além dos possíveis investimentos necessários, como expositores e araras, por exemplo.

 

3. Projeção do fluxo de caixa

O fluxo de caixa representa a entrada e saída de dinheiro no caixa da sua loja. Dentro da análise de viabilidade, o fluxo de caixa para o futuro é estimado pela diferença entre as projeções das receitas e das despesas.

Assim, se aqui você já percebeu que as suas despesas são maiores do que as suas receitas, o fluxo de caixa ficará negativo, ou seja, o seu negócio não está sendo rentável.

Está com dificuldades nas finanças do seu negócio? Confira dicas exclusivas de uma especialista para fazer a gestão financeira em tempos de crise! 

 

4. Projeção dos cenários

Para analisar a viabilidade da sua loja, é necessário lidar com números o mais realistas possíveis, a fim de que as vendas e despesas venham a ser a mais próxima possível do previsto. No entanto, por razões econômicas ou por imprevistos do mercado, como uma crise econômica, a demanda real pode ser inferior ou até superior à demanda prevista. Por isso, trabalhe com três cenários:

  • Um cenário realista, que segue os dados coletados até então
  • Um cenário pessimista, em que a demanda seria 15% inferior
  • Um cenário otimista, em que a demanda seria 15% superior, ambos comparados à demanda prevista. 

 

5. Análise dos indicadores

Após as projeções realizadas, é hora de fazer a análise dos indicadores para a viabilidade financeira. É a partir dos indicadores que é possível estabelecer a rentabilidade e a expectativa de lucros. Conheça os 4 principais indicadores para fazer a análise:

©Kelly Sikkema

  • Payback: mostra quanto tempo será necessário até o investimento feito na loja se pagar.
  • Taxa Mínima de Atratividade (TMA): rentabilidade mínima para o negócio ser rentável, em comparação com outras oportunidades com risco menor disponíveis no mercado.
  • Valor Presente Líquido (VPL): indicador que traz todos os fluxos de caixa para uma mesma data. Ou seja, todos os fluxos de caixa são descontados a uma Taxa Mínima de Atratividade (TMA) até a data do investimento. Esses fluxos são então somados e de seu total é subtraído o valor do investimento.
  • Taxa Interna de Retorno (TIR): rentabilidade própria do negócio. Para a análise de viabilidade ser minimamente positiva, a TIR precisa ser maior que a TMA.

 

A viabilidade é difícil de definir e criar, mas dedicar-se à organização financeira do seu negócio é essencial para garantir bons resultados, principalmente em épocas de crise! 

E você, quais medidas está fazendo para aumentar a viabilidade da sua loja? Conte para a gente!

 

Camila Felício

Escrito por Camila Felício

Formada em Publicidade e Propaganda com MBA em Marketing Digital. Atua com gestão de marcas, planejamento, branding e ações para o varejo de moda há 10 anos. É apaixonada por construção de marcas e entusiasta de trade marketing com cursos na área de varejo e gestão de projetos ágeis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *